GNDI NOTREDAME INTERMEDICA EMPRESARIAL TABELAS AFFIX ADMINISTRADORA

PME GNDI
NotreDame Intermedica
Planos Empresariais

Convênio Médico Empresarial Tabelas Affix
Central de Vendas
Telefone 71-4102-6330

Poderão aderir a este produto: sócios, funcionários, administradores de empresa (estatutários),
trabalhadores temporários, estagiários e menores aprendizes das empresas.

PARA EMPRESA
- Não necessita pagar integralmente ou parte o plano de saúde, pois o pagamento é feito pelo(a)
beneciário(a) titular.
- Não tem nenhuma responsabilidade (conferência de fatura, desconto em folha, pagamento, etc.), pois
a cobrança será direta ao(à) beneciário(a) titular.
- Aumento da produtividade, redução do absenteísmo e maior satisfação do funcionário com a empresa.
- Não é necessário formar um grupo mínimo para adesão ao plano, ou seja, podem entrar quantos
funcionário(a)s desejarem.


PARA FUNCIONÁRIO (TITULAR)
- Oportunidade de adquirir um plano de saúde com custo signicativamente inferior ao de
mercado (plano individual).
- Oportunidade de garantir a saúde, melhorar a qualidade de vida, aumentar a produtividade
gerando maior chance de empregabilidade.

Simples

Preencha apenas um formulário simples e nós cuidamos do resto.

Rápido

Orçamento em alguns minutos.

Melhores opções

Solicite Orçamento e receba as melhores opções do mercado.

Contrate seu
plano hoje

1200-WhatsApp..png

Qual a diferença entre plano de saúde coletivo empresarial e plano de saúde
coletivo por adesão?

No plano de saúde coletivo empresarial, o contrato entre a empresa ou
órgão público e a Operadora de Plano de Saúde é firmado, para prestar
assistência médica aos profissionais que possuam vínculo empregatício
ou estatutário. O vínculo poderá abranger ainda, desde que previsto em
contrato, sócios, administradores, demitidos, aposentados, agentes políticos,
trabalhadores temporários, estagiários e menores aprendizes, além dos dependentes legais

cônjuge ou companheiro do empregado.
A empresa ou o órgão público podem subsidiar, total ou parcialmente, os
custos ou pagamento das mensalidades.


No plano de saúde coletivo por adesão, o contrato entre a entidade
representativa e a Operadora de Plano de Saúde é firmado, diretamente
ou com a participação de uma Administradora de Benefícios, para prestar
assistência médica à população que mantenha vínculo com a entidade de
caráter profissional, classista ou setorial. O vínculo poderá abranger ainda,
desde que previsto em contrato, o grupo familiar do consumidor titular
até o terceiro grau de parentesco consanguíneo, até o segundo grau de
parentesco por afinidade, o cônjuge ou companheiro, sendo que a adesão
do grupo familiar dependerá da participação do consumidor titular no
contrato. Os consumidores são responsáveis pelo pagamento integral das
mensalidades.
Artigos 5º e 9º da RN 195/2009 ANS

To play, press and hold the enter key. To stop, release the enter key.

press to zoom
press to zoom
press to zoom
press to zoom
press to zoom
press to zoom
press to zoom
press to zoom
press to zoom
press to zoom
1200-WhatsApp..png

 

ACOMODAÇÃO COLETIVA
ENFERMARIA COM COPARTICIPAÇÃO
COPARTICIPAÇÃO
✓ R$29,15 (vinte e sete reais) nas consultas eletivas.
✓ R$46,64 (quarenta e quatro reais) nas consultas em pronto socorro.
✓ 30% (trinta por cento) nos exames e procedimentos simples, limitados até R$34,98 (trinta reais) por procedimento realizado.
✓ 30% (trinta por cento) nos exames e procedimentos especiais e complexos, limitados até R$104,94 (noventa reais) por procedimento realizado.

 

 

Abrangência: Grupo de municípios.
Aiquara, Alagoinhas, Alcobaça, Anagé, Angical, Anguera, Antônio Cardoso, Apuarema, Aracatu,
Araças, Aramari, Aurelino Leal, Barra do Choça, Barreiras, Barrocas, Belmonte, Belo Campo,
Biritinga, Boa Nova, Brumado, Buerarema, Caatiba, Caetité, Cairu, Camaçari, Candeal, Candeias,
Cândido Sales, Caraíbas, Caravelas, Catu, Coaraci, Conceição do Coité, Conceição do Jacuípe,
Coração de Maria, Cristópolis, Dias d'Ávila, Dom Basílio, Encruzilhada, Entre Rios, Eunápolis, Feira
de Santana, Formosa do Rio Preto, Guaratinga, Ibicaraí, Ibirapuã, Ichu, Ilhéus, Inhambupe, Ipecaetá,
Ipiaú, Itabela, Itabuna, Itacaré, Itagi, Itagimirim, Itaju do Colônia, Itajuípe, Itamaraju, Itambé, Itanagra,
Itaparica, Itapé, Itapetinga, Itapitanga, Itarantim, Itororó, Ituaçu, Jaguaquara, Jaguaripe, Jequié,
Jitaúna, Jussari, Lafaiete Coutinho, Lagoa Real, Laje, Lamarão, Lauro de Freitas, Livramento de
Nossa Senhora, Luís Eduardo Magalhães, Macarani, Madre de Deus, Maetinga, Malhada de Pedras,

Manoel Vitorino, Maracás, Mata de São João, Medeiros Neto, Mucuri, Mutuípe, Nova Viçosa, Pau
Brasil, Planalto, Pojuca, Porto Seguro, Potiraguá, Prado, Presidente Tancredo Neves, Riachão das
Neves, Ribeirão do Largo, Rio de Contas, Rio do Antônio, Salinas da Margarida, Salvador, Santa
Bárbara, Santa Cruz Cabrália, Santanópolis, Santo Amaro, São Desidério, São Francisco do Conde,
São Gonçalo dos Campos, São Sebastião do Passé, Saubara, Serra Preta, Serrinha, Simões Filho,
Tanhaçu, Tanquinho, Taperoá, Teixeira de Freitas, Teodoro Sampaio, Teolândia, Teolândia, Terra
Nova, Una, Uruçuca, Valença, Vera Cruz, Vereda, Vitória da Conquista.

1200-WhatsApp..png
Área de atuação VITALLIS SAUDE EMPRESARIAL  : Municípios de Belo Horizonte e Contagem no estado de Minas Gerais; Alagoinhas, Barreiras, Brumado, Camaçari, Candeias, Catu, Dias D’Ávila, Eunápolis, Feira de Santana, Ilhéus, Itabuna, Itapetinga, Jequié, Lauro de Freitas, Mucuri, Pojuca, Porto Seguro, Salvador, Serrinha, Simões Filho, Teixeira de Freitas, Valença e Vitória da Conquista no estado da Bahia.
Área de atuação VITALLIS SAUDE EMPRESARIAL  : Municípios de Belo Horizonte e Contagem no estado de Minas Gerais; Alagoinhas, Barreiras, Brumado, Camaçari, Candeias, Catu, Dias D’Ávila, Eunápolis, Feira de Santana, Ilhéus, Itabuna, Itapetinga, Jequié, Lauro de Freitas, Mucuri, Pojuca, Porto Seguro, Salvador, Serrinha, Simões Filho, Teixeira de Freitas, Valença e Vitória da Conquista no estado da Bahia.
Área de atuação VITALLIS SAUDE EMPRESARIAL  : Municípios de Belo Horizonte e Contagem no estado de Minas Gerais; Alagoinhas, Barreiras, Brumado, Camaçari, Candeias, Catu, Dias D’Ávila, Eunápolis, Feira de Santana, Ilhéus, Itabuna, Itapetinga, Jequié, Lauro de Freitas, Mucuri, Pojuca, Porto Seguro, Salvador, Serrinha, Simões Filho, Teixeira de Freitas, Valença e Vitória da Conquista no estado da Bahia.
convenção
1200-WhatsApp..png
Solicite já!
PREENCHA SEUS DADOS E
NÓS ENTRAMOS EM CONTATO!

TERMOS USADOS - SAIBA MAIS

AGÊNCIA NACIONAL DE SAÚDE/ANS: autarquia sob regime especial vinculada ao Ministério da Saúde, com atuação em todo o território nacional, como órgão de regulação, normatização, controle e fiscalização das atividades que garantem a saúde suplementar.

ÁREA DE ABRANGÊNCIA GEOGRÁFICA: área em que a operadora se compromete a garantir todas as coberturas de assistência à saúde contratadas pelo beneficiário.


ATENDIMENTO ELETIVO: termo usado para designar os atendimentos médicos que podem ser programados, ou seja, que não são considerados de urgência e emergência.


ATENDIMENTO OBSTÉTRICO: todo atendimento prestado à gestante, em decorrência da gravidez, parto, aborto e suas consequências.


BENEFICIÁRIO: pessoa física, titular ou dependente, que possui direitos e deveres definidos em contrato assinado com a operadora de plano privado de saúde, para garantia da assistência médico-hospitalar.

CÁLCULO ATUARIAL: é o cálculo com base estatística proveniente da análise de informações sobre a frequência de utilização, perfil do associado, tipo de procedimento, efetuado com vistas a manutenção do equilíbrio técnico-financeiro do plano e definição de mensalidades a serem cobradas dos beneficiários pela contraprestação.


CARÊNCIA: período corrido e ininterrupto, contado a partir da data de início da vigência do contrato, durante o qual o contratante paga as contraprestações pecuniárias, mas ainda não tem acesso a determinadas coberturas previstas no contrato.


CID-10: é a Classificação Estatística Internacional de Doenças e Problemas Relacionados com a Saúde, da Organização Mundial de Saúde, 10ª revisão.


COBERTURA PARCIAL TEMPORÁRIA (CPT): aquela que admite, por um período ininterrupto de até 24 meses, a suspensão da cobertura de Procedimentos de Alta Complexidade (PAC), leitos de alta tecnologia e procedimentos cirúrgicos, relacionados exclusivamente às doenças ou lesões preexistentes – DLP declaradas pelo beneficiário ou seu representante legal por ocasião da contratação ou adesão ao plano privado de assistência à saúde.


CO-PARTICIPAÇÃO: é a participação na despesa assistencial a ser paga pelo beneficiário diretamente à operadora, após a realização de procedimento.


CONSULTA: é o ato realizado pelo médico que avalia as condições clínicas do beneficiário.

DEPENDENTE: Beneficiário de plano privado de assistência à saúde cujo vínculo com a operadora depende da existência do vínculo de um beneficiário titular. Pessoa física com vínculo familiar com o beneficiário titular do plano de saúde, de acordo com as condições de elegibilidade estabelecidas no contrato. No plano individual, titular e dependentes devem estar no mesmo plano. Nos planos coletivos, titulares e dependentes podem estar no mesmo plano ou em planos diferentes de acordo com o estabelecido pela pessoa jurídica contratante.

 

PROCEDIMENTO ELETIVO: é o termo usado para designar procedimentos médicos não considerados de urgência ou emergência e que podem ser programados.


TITULAR: é o beneficiário de plano privado de assistência à saúde cujo contrato o caracteriza como detentor principal do vínculo com uma operadora.


DOENÇA: é o processo mórbido definido, tendo um conjunto característico de sintomas e sinais, que leva o indivíduo a tratamento médico.