Simples

Preencha apenas um formulário simples e nós cuidamos do resto.

Rápido

Orçamento em alguns minutos.

Melhores opções

Solicite Orçamento e receba as melhores opções do mercado.

Contrate seu

plano hoje

71-4102-6330

Qual a diferença entre plano de saúde coletivo empresarial e plano de saúde
coletivo por adesão?

No plano de saúde coletivo empresarial, o contrato entre a empresa ou
órgão público e a Operadora de Plano de Saúde é firmado, para prestar
assistência médica aos profissionais que possuam vínculo empregatício
ou estatutário. O vínculo poderá abranger ainda, desde que previsto em
contrato, sócios, administradores, demitidos, aposentados, agentes políticos,
trabalhadores temporários, estagiários e menores aprendizes, além dos dependentes legais

cônjuge ou companheiro do empregado.
A empresa ou o órgão público podem subsidiar, total ou parcialmente, os
custos ou pagamento das mensalidades.


No plano de saúde coletivo por adesão, o contrato entre a entidade
representativa e a Operadora de Plano de Saúde é firmado, diretamente
ou com a participação de uma Administradora de Benefícios, para prestar
assistência médica à população que mantenha vínculo com a entidade de
caráter profissional, classista ou setorial. O vínculo poderá abranger ainda,
desde que previsto em contrato, o grupo familiar do consumidor titular
até o terceiro grau de parentesco consanguíneo, até o segundo grau de
parentesco por afinidade, o cônjuge ou companheiro, sendo que a adesão
do grupo familiar dependerá da participação do consumidor titular no
contrato. Os consumidores são responsáveis pelo pagamento integral das
mensalidades.
Artigos 5º e 9º da RN 195/2009 ANS

Planos HapVida

Planos de Saúde para Grandes Empresas

POR QUE OS PLANOS DE SAÚDE FICAM MAIS CAROS COM
O AVANÇAR DA IDADE?

Como se sabe, a probabilidade de internações e longos tratamentos,
cada vez mais caros, é bem maior com a idade. Com isso, sobem
também as despesas, que impactam as mensalidades.


POR QUE SÃO NECESSÁRIOS REAJUSTES ANUAIS?
Um dos maiores desafios para o setor de saúde é a inflação médica,
que em todo o mundo é muito superior à inflação que mede os
demais preços da economia. Insumos, medicamentos, materiais,
equipamentos, diárias em clínicas e hospitais sofrem reajustes
que impactam a precificação das mensalidades. Outros fatores,
como o aumento da utilização do plano e a incorporação de
novas tecnologias, por vezes mais caras que as existentes, também
influenciam no custo dos planos.

MATERIAL DE APOIO A VENDAS

TABELAS PLANOS HAP VIDA SALVADOR E REGIÃO - EMPRESARIAL

TABELAS PLANOS HAP VIDA CAMAÇARI - EMPRESARIAL

PERFIL EMPRESARIAL - COTAÇÃO DE PREÇOS